3

O símbolo do elefante

Após um período de noites longas e com pouco sono, vivenciei momentos de sono profundo, com sonhos lúcidos que me marcaram bastante. Entre eles, dois sonhos com elefantes, um muito simbólico onde me vi caminhando por uma estrada de terra quando avistei um elefante de tamanho colossal vindo em minha direção. Contemplando aquela figura, parado, ele se aproximou e abaixou a cabeça a tal ponto que eu pudesse colocar a mão sobre ela. Quando o fiz acordei.

Elefantes são animais que ao longo da história foram e são reverenciados e honrados por muitas culturas. O budismo acredita que Buddha escolheu a forma de um elefante branco como uma de suas muitas encarnações. No hinduísmo há Ganesha, o removedor de obstáculos, Deus com cabeça de elefante. Na África eles são considerados os chefes da floresta, sendo considerados encarnações de antigos chefes humanos, tendo como papel resolver disputas entre as criaturas. Carrego comigo profunda admiração por esse poderoso animal. Se você também sonhou com um, ou teve uma vivência espiritual com esse símbolo, alegre-se, pois o elefante veio para te ensinar a sabedoria de nutrir a mente, o corpo e o espírito, para que você seja forte em tempos difíceis.

Se o elefante se apresentou como seu animal guardião seu apoio e guiança espiritual pode te fortalecer em sua jornada. Quando elefante aparece em sua vida representa um novo relacionamento com o sagrado feminino em todos os seus aspectos. Ele poderá te guiar para uma compreensão mais profunda que ajudará a se reconectar aos atributos femininos positivos presentes em ti. Esse animal tem grande conexão com a família, incluindo gerações passadas e futuras.

Ele também está te desafiando a proteger os jovens e os fracos de sua tribo, em simultâneo, reconhecer a incrível unidade da família e o quão poderoso o amor e a lealdade se tornam quando compartilhados. A sua mensagem inclui ainda força, realeza, conexão com a sabedoria antiga, remoção de obstáculos e barreiras, confiança, paciência, compromisso, gentileza, comunicação, alegria, sorte, liderança, coragem e equilíbrio. Virtudes essas que devem ser desenvolvidas ou aprimoradas naqueles que foram escolhidos.

Aprofundando nossa compreensão sobre esse poderoso símbolo, quando um elefante se apresenta chegou a hora de refletir sobre suas conexões, intimidade com as pessoas de sua casa e se você tem se sintonizado com o nível mais profundo de seu ‘Ser’… O elefante convida também a examinar o compromisso com a família.

Ter esse animal como guardião pode significar que receberemos uma sabedoria antiga e um poder para nos inspirar. O escolhido pode vir a ser banhado pela força e poder. Pessoas escolhidas por esse animal podem muitas vezes desenvolver um impulso sexual muito forte. Quando acontece o elefante surge como um companheiro de transformação, expandindo a consciência de todos os seus sentidos e em consequência a sensualidade. Essa lição começa com uma pedra angular de afeto sincero e cresce a partir desse ponto de confiança e compaixão.

O encontro com esse animal desperta também o senso de dever e estimula a percepção de que ser social é essencial para o bem-estar. A conexão com pessoas e com o reino animal se aprofunda, se tornando parte da natureza do eleito. O elefante trará sensibilidade, determinação e lealdade ao círculo daquele que o possui como guardião.

Ele presenteia o escolhido com a capacidade de enfrentar obstáculos e bloqueios. Ensinando a se tornar um provedor natural que usa confiança, persistência e comprometimento como ferramentas, incluindo a sabedoria de alimentar a natureza espiritual. Com sua aparição espere despertar uma enxurrada de memórias, algumas há muito perdidas.

Embora seja um animal enorme e pesado, o elefante caminha silenciosamente, com graciosidade e ritmo, sua audição, olfato, tato e paladar são muito aguçados, o que compensa a fraca visão. Os elefantes têm apenas quatro dentes, todos molares, dois para a frente da boca e dois para a parte de trás. Quando os dianteiros desgastam e caem, os dois da parte traseira vêm para a frente. Em seguida, dois novos molares crescem na parte de trás da boca para substituir aqueles que avançaram. Os molares traseiros são capazes de ser substituídos seis vezes ao longo de sua vida. Quando o último conjunto se desgasta, eles não podem mais mastigar e morrem de fome. Os dentes são muito simbólicos, e são considerados receptores e transmissores de energia ligados por caminhos de conexão ao longo do corpo astral. As presas apontadas para frente, usadas como armas e para cavar raízes comestíveis, sugerem a capacidade de descobrir memórias escondidas e trazê-las para o primeiro plano para avaliação e cura.

Se você tem o privilégio ter o elefante como seu animal guardião é importante estar seguro de si, de seus propósitos e se identificar com esse símbolo tão majestoso.

Comentários (3)

  1. Responder
    Marcia says:

    Adorei o texto!! Muito obgd!!

  2. Responder
    Rosana says:

    Me sinto abençoada! Obrigada.

  3. Responder
    Erika says:

    Muito feliz por essa explicação. Gratidão infinita!

Publicar um comentário