Próximo Ritual Aberto:

  • 00 Dias
  • 00 horas
  • 00 min
  • 00 seg
+

Artigos

Respiração Circular

Categories: Reflexões

A respiração circular é um método poderoso de autoexploração e terapia que utiliza uma combinação de técnicas aparentemente simples – respiração conectada e profunda,  música evocativa e, às vezes, movimentos corporais que ajudam a liberar bloqueios emocionais e bioenergéticos. As sessões podem ser realizadas em grupos ou individualmente. Um processo supervisionado por um facilitador treinado e praticantes experientes, que auxiliam sempre que se faz necessária uma intervenção.

Em sua teoria e prática, a respiração circular que estamos praticando, ensinando e divulgando combina e integra elementos da psicologia profunda, da pesquisa moderna da consciência, da psicologia transpessoal, das filosofias espirituais do oriente, das práticas nativas de cura e do tantra. Difere das terapias verbais, compartilha características das terapias experienciais da psicologia humanista, como a expressão emocional direta e as vezes trabalho corporal.

No entanto, nossa prática se destaca por utilizar o potencial intrínseco de cura de estados de consciência expandida. O extraordinário poder curativo desses estados – que já eram conhecidos e utilizados em antigas civilizações e culturas em todo o planeta desde tempo imemoriais – foi confirmado pela pesquisa moderna da consciência.

Nosso principal interesse é explorar o poder curativo e transformador desses estados de consciência, facilmente acessados pela respiração circular, e seu grande valor como fonte de novas e revolucionárias informações sobre a consciência, a psique e a natureza da realidade.

A ampliação da consciência têm sido utilizada em ritos de passagem e cerimonias de cura de culturas antigas e nativas, e foram descritos pelos místicos de todas as épocas e por iniciados nos antigos mistérios de morte e renascimento. Os procedimentos que induzem a esses estados também foram desenvolvidos e utilizados no contexto das grandes religiões do mundo.

A importância desses estados de consciência expandida para as culturas antigas se reflete na quantidade de tempo e energia que os membros desses grupos dedicaram ao desenvolvimento de tecnologias do sagrado – procedimentos diversos capazes de induzi-los a fins rituais e espirituais. Esses métodos combinavam, de diferentes maneiras, instrumentos de percussão, música, canto, dança, isolamento social e sensorial prolongado, jejum, privação de sono, desidratação, uso de fortes laxantes e purgantes, dor extrema, mutilação corporal e intenso sangramento. Mas sem dúvida, a ferramenta mais eficaz para induzir esses estados de cura e transformação tem sido o uso de das chamadas plantas de poder.

Em nosso instituto usamos a ayahuasca como facilitadora de estados de consciência expandida, trabalhamos por e com ela há seis anos e eu faço uso dela há dez anos, tendo tido o primeiro contato há onze anos. Em janeiro de 2017 tive a oportunidade de vivenciar uma prática de renascimento que me tocou profundamente. Em Maio de 2018 comecei a fazer cursos de formações em Respiração Circular, Renascimento e Terapias de respiração. Em minha experiência pessoal percebi que a prática de respiração circular tem a capacidade de expandir a consciência de maneira, as vezes, mais profunda que a ayahuasca. O que me surpreendeu e me motivou a realizar esse trabalho de propagação dessa técnica simples e eficaz.

O estado de consciência expandida demonstra que em nosso estado rotineiro de consciência nos identificamos apenas com uma parte de quem realmente somos, sem experienciar toda a amplitude de nosso ser. A consciência ampliada tem a capacidade de nos ajudar a reconhecer que não somos egos encapsulados na pele e que em última análise, somos um com o princípio cósmico criativo em si. Ou que “não somos seres humanos tendo experiências espirituais, somos seres espirituais tendo experiências humanas”.

Essa ideia não é nova, nos tratados mais antigos da Índia, os chamados upanixades, a resposta para a pergunta “Quem sou eu?” é “tat tvam asi”. Que significa literalmente “Você é isso” ou “Você é Deus”. Sugere que somos namarupa – nome e forma (corpo/ego), mas que a nossa identidade mais profunda é com a centelha divina localizada no nosso mais recôndito ser (Atman), que é idêntica ao princípio universal supremo (Brahman).

A revelação acerca da identidade do indivíduo com o divino é o segredo fundamental que se encontra na essência mística de todas as grandes tradições espirituais. O nome desse princípio poderia, assim ser Tao, Buda, Cristo, Alá, Grande Espirito, Sila e muitos outros.

A consciência expandida tem o potencial de nos ajudar a descobrir nossa verdadeira identidade e o nosso status cósmico.  As pessoas mais abertas a essas abordagens puderam confirmar o extraordinário potencial de cura desses estados de consciência expandida, e descobriram seu valor como mina de ouro, repletas de informações novas e revolucionárias a respeito da consciência, psique e natureza da realidade. Também uma nova compreensão da natureza dos problemas emocionais e psicossomáticos, e ao reconhecimento da profundidade de suas raízes. Assim descobrindo-se novos mecanismos de cura e de transformação positiva da personalidade que operam em níveis profundos do inconsciente.

 

Talvez o que mais chama atenção na prática que nos leva a estados de consciência expandida – no nosso caso com uso da ayahuasca ou da técnica de respiração circular – seja a utilização da inteligência inata de cura da psique da pessoa em vez de o terapeuta ou o facilitador assumir esse papel. O reconhecimento fundamental da consciência cósmica no esquema universal das coisas e a aceitação da existência do inconsciente coletivo logicamente levam à conclusão de que a busca espiritual com base na experiência direta é um aspecto verdadeiro e essencial da vida humana.

A prática da respiração circular possibilita tomar consciência de vários aspectos de si mesmo, o que significa também entrar em contato com dor, raiva, sofrimento, traumas e padrões de comportamento que trazem prejuízo no dia a dia. Embora esse contato não seja uma experiência agradável ou fácil de vivenciar, quando nos aprofundamos, em busca das possíveis soluções dos problemas, encontramos com a respiração um caminho aberto para explorar áreas inconscientes de nós mesmo. O que nos leva à origem de nossos problemas.

A consciência expandida permite acessar memórias e áreas mais profundas de nossa identidade, dando acesso a experiências do passado que moldaram nossos padrões de comportamento, que pela tomada de consciência passam a ter outros significados.

Quando essas lembranças emergem temos a oportunidade de simbolicamente revive-las, aprendendo a se conectar com elas, sem julgamentos ou resistências. Dessa forma temos a oportunidade de explorar as origens de nossos problemas e ao mesmo tempo entender o que é necessário fazer para se libertar dos traumas psicológicos subconscientes. Nesse sentido, a respiração circular se torna uma excelente aliada no desenvolvimento e progresso pessoal, possibilitando regressar às origens dos problemas e ajudando a liberar as emoções. Assim, adquirimos a compreensão necessária para transformar os padrões de comportamento.

Temos, assim, a oportunidade de experimentar nosso ser mais íntimo, trazendo um ponto de vista diferente e uma nova compreensão de nós mesmo e dos nossos problemas. Por meio do entendimento e de reflexões profundas e sinceras sobre os padrões de comportamento, podemos nos reconectar com nossos sentimentos verdadeiros.

A prática da respiração circular permite recebermos uma orientação interna, que vem das profundezas de nosso ser. Os traumas e outros problemas vivenciados em nossa vida nos fecham e nos tornam incapazes de nos conectar com nossos sentimentos e com o amor, nos tornando cegos para percebê-lo ao nosso redor e impedindo de abrir nosso coração para recebê-lo e a nos amar. Essas emoções negativas e esse “fechamento” ficam registradas em nosso corpo através das “couraças musculares”, pontos de tensões onde a bioenergia fica estagnada, não conseguindo fluir adequadamente. Nosso modelo de respiração circular trabalha de tal modo que a energia inspirada percorre todo o corpo removendo as couraças musculares e liberando o fluir energético, em um processo surpreendente de cura e liberação.

Essa liberação nos permite ir mais fundo nas emoções até que eles sejam dissolvidas e transcendidas, abrindo espaço para a manifestação de novas emoções e pensamentos, em um processo realmente incrível de empoderamento, alinhamento dos chakras, transcendência e elevação de nosso padrão vibracional que nos leva a uma completa reavaliação dos valores da vida. Assim passamos a desenvolver um relacionamento interno, baseado no amor, aceitação e compaixão, que, por vir de dentro da gente, se estende aos relacionamentos com os outros e em seguida para com o mundo em que vivemos.

É surpreendente. Venha conhecer nossa prática. Em nossa agenda há as datas e locais onde realizamos essa prática.

Author: Willian Tello

Fundador e dirigente do Instituto Espiritual Xamânico Flor de Lótus

Deixe uma resposta