Próximo Ritual Aberto:

  • 00 Dias
  • 00 horas
  • 00 min
  • 00 seg
+
<>

 

O Lobo está uivando,
Magia ancestral evocando
Entoando sua canção
O uivo do lobo é a voz do coração
Amor, Glória e Perdão.

 

 

 

O símbolo do lobo

Categories: Xamanismo

No último ritual tive uma singular experiencia de miração, onde me vi sentado ao lado de alguém que estava emitindo sons durante a força e de repente eu comecei a uivar. Um amigo sentou-se ao meu lado e perguntou por que eu estava fazendo aquilo. Obviamente tudo aconteceu na miração, mas intrigado fui pesquisar sobre esse símbolo, mais especialmente sobre o significado do uivo no universo xamânico.

Esse texto é o resultado da pesquisa. É curioso perceber que este símbolo tem sido retratado historicamente com certa negatividade. Na iconografia da antiguidade Hades é representado vestindo uma capa que é a pele de um lobo, em diversas culturas o símbolo do lobo é atrelado a feiticeiros, bruxos e bruxas. Histórias de Lobisomem retratam a condição como uma maldição.

No Egito, Anúbis é retratado como um cão selvagem, para os mulçumanos o lobo é um obstáculo no caminho até Meca. É uma das formas de Zeus, a quem os seres humanos se imolavam em sacrifico em busca de melhores colheitas.

Por outro lado, muitas culturas relacionaram esse símbolo como uma ligação com a natureza e a magia, um intermediário entre o conhecido e o desconhecido, a vida e a morte o plano físico e espiritual. O que nos remete as questões fundamentais para todo aquele que se aventura pela senda do autoconhecimento.

O lobo é temido pois ele possui uma ferocidade enorme quando seu objetivo é proteger, podendo realmente se tornar em uma fera assassina se o que ele guarda for ameaçado. Não atoa é retratado como guardião na cultura japonesa e é símbolo de Roma antiga. Só lembrar a história de Romúlo e Remo, que nesse caso especifico também traz como simbologia a fecundidade e a capacidade de nutrir.

Talvez o aspecto mais marcante desse símbolo seja o sentido de união que ele traz consigo, apesar de também ser retratado, muitas vezes, como um animal solitário. Em seu habitat vivem em grupos, caçam em grupos e gostam de brincar entre si. Frequentemente está relacionado como símbolo daqueles que estão dispostos a colocar o bem-estar da matilha acima de seu próprio. Eles são companheiros fieis e possuem um(a) parceiro(a) por toda a vida. Tradições antigas contam, naquelas conversas em noite enluarada, que foram os lobos que ensinaram os seres humanos a viver em comunidade. Acredita-se que eles possuem um conhecimento intuitivo da ordem no meio do caos e uma habilidade impar para sobreviver a mudanças.

Para nossos irmãos nativos esse é um símbolo espiritual poderoso, sendo retratado como professor descobridor de trilhas. No céu do norte, Sirius, a estrela mais brilhante, é reconhecida por todas as tribos como sendo a estrela do lobo. A via láctea é o caminho do lobo. Os nativos de todas as épocas sempre respeitaram e admiraram o lobo.

Se o uivo de um lobo reverberou eu seu coração, saiba que ele traz o presságio de novas ideias e está se oferecendo como um guia, caso seu interesse seja o mundo espiritual. Ele é um grande professor, que após muitos invernos pelo caminho sagrado, retorna para ensinar a tribo a sabedoria adquirida. O lobo também é retratado como grande guerreiro em diversas culturas. Uma junção de força, bravura e inteligência.

Sua discriminação em caçar animais fracos ou doentes de uma manada o colocou em um lugar de profundo respeito pelas tradições nativas. Somado com os cuidados com o bando, amor a família e instinto protetor, esse animal ganhou o título de “Totem guardião”, símbolo da perseverança.

Esse símbolo traz também outros significados sutis como compaixão e sociabilidade. Por ter uma visão noturna muito apurada ele também é relacionado com luminosidade, se remetendo ao símbolo solar e celeste.

Quando encontramos com o lobo em nosso caminho espiritual estamos sendo convidados a trabalhar nossos medos. Esse símbolo está intimamente ligado com a Lua, que representa um mergulho para além da superfície do consciente, nas profundezas do inconsciente. Assim, fraquezas, pensamentos e sentimentos negativos precisam ser trabalhados para fortalecimento do espirito. Quando esse animal de poder se apresenta ele traz a mensagem para aprendermos a defender ou conquistar nosso espaço, com inteligência, astúcia e compaixão. Nos convida caminhar longe, física, mental ou espiritualmente, para minimizar conflitos ou situações tensas.

Seu uivo é visto como uma invocação do professor interno, que poderá trazer as lições sobre saúde, relacionamento familiar, amoroso-romântico, esperteza, força, habilidade de liderança para seguir adiante e ajudar outros a seguirem por esse caminho, se assim desejarem. O lobo é, portanto, símbolo do Mestre de seu coração, que poderá trazer visão criativa, sabedoria, ação, fidelidade, novas ideias e conhecimento profundo do inconsciente.

Se esse animal se apresentou, parabéns, ele é considerado o mais fiel dos guardiões espirituais, ele te convida a se abrir para a oportunidade de trocar os padrões negativos e dolorosos adquiridos ao longo da vida, aprendendo a se conectar com qualidades como amor saudável, perdão, intimidade, confiança, relacionamentos, comunidade, desprendimento e generosidade.

Pessoas escolhidas por esse animal são geralmente pessoas sensíveis e intuitivas, que possuem a necessidade de ter seu próprio território, seja sua própria casca, no trabalho, lar ou relacionamento. A intuição desses indivíduos é de tal ordem que são capazes de distinguir rapidamente as atitudes e intenções de outros, no entanto deixam isso bem escondido na superfície. São pessoas que preferem a diplomacia e recuam diante da hostilidade, contudo não por covardia, mas sim pura sabedoria inata. Assim, pessoas que possuem esse guia tendem a manter uma rede de amigos leais.

Se o lobo é seu animal de poder, ele se apresentou com a importante lição de ensinar o equilíbrio das emoções, sendo, talvez, o maior propósito desse professor em sua vida. O trabalho com as emoções trará empoderamento pessoal para tomada de decisões nas relações pessoais, grande dificuldade e característica das pessoas que possuem esse animal de poder. Pessoas com esse guardião buscam relacionamento permanentes, mudanças de parceiros podem ter feitos devastadores no temperamento.

Tais como o lobo, aqueles que foram escolhidos são caçadores por natureza, mas sua presa está no campo da filosofia e da religião, o lobo ensina a procurar algo para dar proposito e significado a sua vida. Ensina também a procurar a matilha, clã, família ou escolher um companheiro(a) que possa o acompanhar nesse novo ciclo.

Caso esse animal de poder tenha se apresentado, considere a hipótese de aprender a se isolar para ouvir o professor interno, esse isolamento não necessita ser necessariamente físico ou social, mas um estado meditativo de silêncio interno e abertura para receber as lições que certamente virão, aprendendo com a própria intuição.

Esse símbolo remete também a questões sobre a energia sexual, e traz a reflexão de aprender a sentir prazer, tocando, comendo, amando, cheirando, ouvindo e observando. Aprender a sentir mais prazer, com o mundo, com outra pessoa e consigo mesmo.

Traz também lições para melhorar a comunicação, exercitar a aceitação de si mesmo, a ser honesto, ter estima e entendimento, lições relacionadas com a ancestralidade desse símbolo. Espiritualmente ele nos convida a buscar devoção, ternura, encantamento, alegria, êxtase, paixão, abnegação, aceitação, transcendência e amor incondicional. Ensinando sobre criação e harmonia em níveis profundos. Sua aparição nos convida a ter verdadeira dedicação para servir a todas as nossas relações, que quando exercida com maestria permite experimentar profunda conexão com o Criador e sua criação.

Por fim o lobo está lembrando que ainda que você acredite ser uma criatura civilizada, ainda é um animal com um espirito selvagem. Conforme se descobre, você acessará seu poder escondido e vigor. O símbolo é um lembrete que o espirito busca paz, estabilidade social e aceitação.

 

Author: Willian Tello

Fundador e dirigente do Instituto Espiritual Xamânico Flor de Lótus

Deixe uma resposta